Sinais da Palavra

18.º Domingo do Tempo Comum – Ano C

“Assim acontece a quem acumula para si, em vez de se tornar rico aos olhos de Deus”, diz-nos o Senhor Jesus no evangelho.

E como tantos procuram este acumular para si, não apenas as riquezas, mas as falsas seguranças, a ideia de uma vida tranquila e longa, sem sobressaltos, deixando-se surpreender pela afirmação: “Insensato! Esta noite terás de entregar a tua alma. O que preparaste, para quem será?”.

Não esqueçamos o que diz o Senhor: “a vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens”.

E aprendamos o verdadeiro sentido da “vaidade das vaidades” do livro de Coelet, do que é “em vão” nas nossas preocupações, no nosso modo de viver.

Ouçamos o desafio de São Paulo aos Colossenses: “Se ressuscitastes com Cristo, aspirai às coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisas do alto e não às da terra”.

Vivendo na terra, mas olhando e caminhando para esse céu, em Cristo Jesus.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo