Sinais da Palavra

25.º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Por: Pe. Nuno Azevedo

Mesmo perante a Cruz e o convite a aceitá-la todos os dias, renunciando a si mesmo, seguindo assim a Cristo, o Mestre que ensina a ganhar a vida, dando-a sem medida, os discípulos, também os de hoje, perdem-se em discussões sobre quem será o maior, sobre as grandezas deste mundo e sua fama.

E Jesus, o mesmo que continua a anunciar a Sua morte como salvação para todos, que diz: «O Filho do homem vai ser entregue às mãos dos homens, que vão matá-l’O; mas Ele, três dias depois de morto, ressuscitará», ensina-nos mais uma vez a humildade de quem O segue, imitando-O, ao dizer: «Quem quiser ser o primeiro será o último de todos e o servo de todos».

Porque dar a vida é também dá-la na humildade das pequenas coisas, de um dia-a-dia de entrega e de serviço ao mais pequeno dos irmãos.

Porque ser discípulo é aprender com o Mestre, na humildade e na entrega. Mesmo na confiança em que Deus que não abandona perante as injustiças e as maldades humanas, como lembrava o livro da Sabedoria.

E semeemos a paz à nossa volta, como lembrava São Tiago, praticando-a. Só assim tornaremos o mundo mais solidário, mais justo, mais pacífico…


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo