Sinais da Palavra

30.º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Por: Pe. Nuno Azevedo

Porque o Deus de misericórdia e de bondade quer reunir todo o seu povo, toda uma humanidade que precisa de orientação e de esperança, todos os homens a quem quer oferecer a salvação.

Porque na sua misericórdia e na sua vontade salvífica há lugar para todos. Serão hoje a «grande multidão que regressa», os que «partiram com lágrimas nos olhos», perdidos pelos caminhos da vida, mas que o Senhor quer «trazê-los no meio de consolações». Porque a sua salvação é para todos, porque a esperança toca a todos, porque este convite de regresso ao seu reino é para todos.

Mas, para aceitar essa mesma misericórdia, esse amor feito salvação, é precisa a perseverança e confiança do cego que, sabendo que Jesus, o que salva, vai a passar, não se cansa de gritar: «Jesus, Filho de David, tem piedade de mim».

Essa confiança e alegria de quem até salta de contentamento quando Jesus o chama.

Essa certeza que não fica perturbada perante a pergunta de Jesus, que parece tão estranha, diante das suas próprias dificuldades: «Que queres que Eu te faça?».

Mas, porque acredita, responde confiante: «Mestre, que eu veja».


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo