Sinais da Palavra

5º Domingo de Páscoa – Ano A

Por: Pe. Nuno Azevedo

Não deixar que o nosso coração se perturbe…

No meio de inseguranças, medos, incertezas e dificuldades, manter viva a nossa esperança, a nossa paz interior fundamentada em Cristo Jesus, Ele que é o «caminho, a verdade e a vida».

Ele que nos faz descobrir o rosto do Pai, a nós, os seus discípulos, que, tal como os Apóstolos e os sete diáconos escolhidos, temos a missão de fazer crescer e fortificar esta Igreja, feita de «pedras vivas», destinada «a oferecer sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo», como nos lembrava o Apóstolo Pedro na sua epístola.

Não deixar que o nosso coração se perturbe, porque aceitamos o desafio que Jesus lembrava a Filipe, de O conhecermos cada vez mais, vivendo unidos a Ele, para que possamos descobrir também o Pai e o seu Amor e para que façamos as suas obras, ou como rezamos habitualmente, ainda que de forma distraída, «seja feita a vossa vontade».

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo