Sinais da Palavra

5º Domingo de Páscoa – Ano C

Por: Pe. Nuno Azevedo

Olhamos com esperança para esses “novo céu e uma nova terra” de que falava a visão de São João no Apocalipse. Uma esperança de quem aceita estar a caminho dessa nova realidade, renovada em Jesus Cristo, essa nova “morada de Deus com os homens. Deus habitará com os homens: eles serão o seu povo e o próprio Deus, no meio deles, será o seu Deus”. Essa nova realidade, eterna e feliz, onde Deus “enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; nunca mais haverá morte nem luto, nem gemidos nem dor”.

Mas, seguros de que Deus habita já com os homens. De que somos Igreja na qual Ele se faz presente, abrindo-nos a “a porta da fé”. Uma Igreja que recorda as palavras de Paulo e Barnabé, ao longo desta caminhada, fortalecendo-nos e exortando-nos a permanecer firmes na fé, “porque – diziam eles – temos de sofrer muitas tribulações para entrarmos no reino de Deus”.

Mas acolhendo o mandamento novo que Jesus nos deixa: “Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. Como Eu vos amei, amai-vos também uns aos outros”.

E fazendo do amor a nossa identidade, a nossa afirmação como Igreja e como família no meio do mundo: “nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros”.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo