Tema

Afinal, podemos celebrar o dia do pai sem uma camisa de marca e sem idas ao restaurante?

Por: Paula Fong - Psicóloga

Há uma semana atrás queixava-me (eu e os outros) do excesso de trabalho, da loucura do dia a dia, da falta de tempo para os filhos e para nós próprios. Dizíamos mal da internet, em como os nossos filhos estavam a ficar viciados e nós próprios também, a responder a mails de trabalho, por exemplo, a meio da noite quando nos levantávamos para ir à casa de banho ou de manhã enquanto tomávamos o pequeno almoço e preparávamos o lanche para os miúdos levarem para a escola.

Este conteúdo requer uma subscrição
Subscreva uma assinatura ou faça Login.

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Back to top button