Região

Autarcas da CIM Viseu Dão Lafões pedem ao primeiro-ministro para reavaliar o modelo de funcionamento das escolas

Os autarcas da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões vão enviar uma carta ao primeiro-ministro, António Costa, a pedir para reavaliar o modelo de funcionamento das escolas.

Segundo o comunicado enviada à Comunicação Social, os presidentes pedem que as aulas funcionem em ensino à distância, principalmente para os alunos do terceiro ciclo, do ensino secundários e do ensino superior, enquanto os níveis de crescimento da pandemia estiverem com os indicadores atuais.

“Entende, o Conselho Intermunicipal, que a permanência do funcionamento das escolas no modelo presencial, em nada contribui, para atenuar a mobilidade permanente de pais, professores, alunos e outros profissionais, não concorrendo para o espírito de confinamento, sendo que, ainda acresce, que muitas destas deslocações são realizadas para fora dos seus concelhos de residência”, explicam os autarcas na nota.

Esta decisão foi tomada durante uma reunião realizada na passada terça-feira, 19 de janeiro, onde os presidentes realizaram uma análise sobre o “preocupante momento que se vive”, sendo que 13 dos 14 municípios da CIM estão em risco extremamente ou muito elevado.

Os autarcas da CIM Dão Viseu Lafões pedem ainda que se faça um reforço imediato das equipas de saúde pública, principalmente de rastreio porque consideram “crucial” estancar as cadeias de contágio.

Por fim, os presidentes lamentam que que as proteções civis municipais não tenham conhecimento em concreto dos casos em cada concelho e consideram “imperioso” que as forças de segurança saibam de forma atempada as situações de confinamento.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo