Sinais da Palavra

1.º Domingo de Páscoa – Ano B

Não é para assustar ou fazer perder o ânimo. Pelo contrário, São Paulo diz-nos a certeza da nossa própria Páscoa em Cristo: “porque vós morrestes e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a vossa vida, Se manifestar, então também vós vos haveis de manifestar com Ele na glória”.

Sim, a nossa vida está já em Cristo ressuscitado. Então, como nos convida o apóstolo, não nos deixemos prender às coisas da terra, a esta vida, mas “aspirai às coisas do alto, onde Cristo Se encontra”.

Mas celebrar hoje a Páscoa é ser testemunha dessa alegria que não se esgota, dessa certeza da vida que vence a morte, desse perdão e remissão que nos faz entrar na eternidade, como lembrava São Pedro no seu discurso nos Atos dos Apóstolos, “Jesus mandou-nos pregar ao povo e testemunhar que Ele foi constituído por Deus juiz dos vivos e dos mortos”.

E como o discípulo ao chegar ao sepulcro, que “viu e acreditou”, saibamos ver pelos olhos de quem acredita, de quem se deixa inundar pela alegria da ressurreição do Senhor.

Porque “este é o dia que o Senhor fez: exultemos e cantemos de alegria”!

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo