Opinião

Imprensa regional, um privilégio

Portugal é um país onde se lê pouco e em que o hábito da leitura deve ser estimulado na infância, para que se aprenda desde pequeno que ler é algo importante e prazeroso e que contribui para formar adultos cultos, dinâmicos e perspicazes. Não se pode deixar de dar razão a António Lobo Antunes, que afirmou em 2003: “A cultura assusta muito. Um povo que lê nunca será um povo de escravos.”

Este conteúdo requer uma subscrição
Subscreva uma assinatura ou faça Login.

Vitor Santos  |  edição impressa JB 19/11/2020

 

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo