Estatuto Editorial

1º - “Jornal da Beira” é um semanário que se publica na cidade de Viseu, ininterruptamente, desde 9 de Janeiro de 1921. Foi fundado pelo Cónego Dr. José de Almeida Correia e é propriedade da Diocese de Viseu, sendo dirigido, presentemente, por Director, Chefe de Redacção, Adjunto da Redacção e Equipa Redactorial.

2º - O seu Fundador e primeiro Director, em Editorial da primeira edição, esboçou claramente as linhas programáticas da nova publicação, que surgiu na continuidade dos seus directos antecessores “A Folha”, “Folha de Viseu”, “Correio da Beira” e “Defesa Social” e que ele sintetizou no seu lema “Por Deus e Pela Pátria”.

3º - Com esse fundamento e nessa conformidade, o presente Estatuto Editorial reflecte e assume a linha programática do editorial do primeiro número, nomeadamente:

4º - “Jornal da Beira” é um “Jornal francamente católico”, que “juntará à defesa religiosa a defesa dos grandes interesses nacionais”; e “nenhuma questão de interesse local, ou nacional lhe será estranha”.

5º - “Jornal da Beira” manter-se-á “absolutamente estranho aos interesses dos partidos políticos ou dos grupos especuladores…”

6º - “Jornal da Beira”, “além da sua feição doutrinária, terá um carácter acentuadamente regionalista e será verdadeiramente o “Jornal da Beira” procurando constituir regular elo de ligação entre a Comunidade onde se situa e os membros dispersos pelo território nacional e pelo estrangeiro.

7º - “Jornal da Beira” assume claramente a defesa e promoção dos valores de um são Humanismo e da dignidade da pessoa humana, na linha da Declaração Universal dos Direitos do Homem.

8º - “Jornal da Beira” assume o compromisso de respeitar os princípios deontológicos da Imprensa e a ética profissional; e declara a sua intenção de não prosseguir apenas fins comerciais, nem atentar contra a boa fé dos leitores, encobrindo ou deturpando a informação.