Viseu

Instituto Politécnico de Viseu proíbe praxes académicas

O Instituto Politécnico de Viseu (IPV) proibiu a realização das praxes devido à pandemia de Covid-19.

Em comunicado publicado no site oficial da instituição de Ensino Superior, a presidência do IPV alerta que estão proibidas as “praxes académicas, não sendo toleradas quaisquer atividades que ostentem símbolos da instituição, dentro ou fora dela”.

O presidente da instituição, João Monney Paiva, recorda que o IPV é “ totalmente contra quaisquer práticas humilhantes, que fazem uso abusivo de uma relação de poder baseada na ‘antiguidade’ que, para tal, não possui qualquer justificação”. O responsável lembra que Portugal se encontra em Estado de Contingência e afirma que todos os “atos que ponham em causa o bom nome da instituição e a saúde da sua comunidade académica” serão sancionados com processo disciplinar.  A praxe é proibida no IPV desde 2009.

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Back to top button