Saúde

Mais saudável no inverno: O que fazer para se defender dos fatores que aumentam o risco de doença

Tosse, dor de garganta, pingo no nariz, febre… Não é por acaso que estas queixas nos remetem, por norma, para a estação mais fria do ano. O risco de infeções respiratórias, que se manifestam através destes e de outros sintomas, aumenta consideravelmente nesta época do ano. Tal como os pólenes são responsáveis por um pico de incidência de doenças alérgicas nos meses de primavera, as doenças respiratórias invernais são, nesta altura, sobretudo de índole infeciosa.

Este conteúdo requer uma subscrição
Subscreva uma assinatura ou faça Login.

edição impressa JB 10/03/2022


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo