Região

Modernização da Linha da Beira Alta entre Santa Comba Dão e Mangualde vai avançar

A consignação da empreitada do último troço da Linha da Beira Alta para o transporte de mercadorias em Portugal, que fica entre Santa Comba Dão e Mangualde, no distrito de Viseu, aconteceu na passada terça-feira, 12 de outubro. O secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge delgado, procedeu à assinatura do contrato com o consórcio Sacyr Somague/Sacyr Neopul, na sede da Infraestruturas de Portugal (IP).

O investimento de 57,6 milhões de euros, acontece no âmbito do Programa de modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia2020, que vai permitir aumentar a capacidade de transporte ferroviário.

A obra, que deverá arrancar dentro de dias, integra a requalificação integral do troço com cerca de 40 quilómetros de extensão, entre as estações ferroviárias de Santa Comba Dão e de Mangualde. O troço ferroviário irá ficar dotado de maior capacidade operacional e melhores condições de segurança e circulação, beneficiando não só o transporte de mercadorias como também as viagens de comboio de passageiros nas ligações inter-regionais.

A IP encontra-se assim atualmente a realizar obras de requalificação integral e modernização no valor de cerca de 300 milhões de euros, numa extensão de quase 190 quilómetros da Linha da Beira Alta. Quarenta e cinco desses quilómetros pertencem ao troço entre Santa Comba Dão e Mangualde consignado na terça-feira.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo