Diocese

No Dia da Dedicação da Catedral Bispo de Viseu pede uma Igreja “atenta aos mais vulneráveis”

A Diocese de Viseu celebrou esta sexta-feira, 23 de julho, o dia da Dedicação da Catedral, “Igreja Mãe da Diocese”, dedicada a Nossa Senhora e “com a proteção de São Teotónio e de todos aqueles que a serviram ao longo de tantos séculos”, lembra o Bispo D. António Luciano num texto publicado na secção ‘Voz do Pastor’ do Jornal da Beira.

“Por nós, que hoje temos a responsabilidade, a alegria de servir esta Igreja de Viseu, pedimos a Deus fé, amor, fortaleza, confiança e esperança, sonhando tempos novos. Que todos sonhemos com uma Igreja mais renovada, mais santa, com mais vocações, participação, comunhão e integração dos leigos, principalmente no envolvimento das famílias e da juventude”, apela o Bispo de Viseu.

António Luciano pede também que todos na Diocese para colaborar no sentido de “uma Igreja mais dinâmica, guiada pelo Espírito, mais jovem, evangelizadora, orante e presente nas periferias, particularmente atenta aos pobres, às vítimas da pandemia e aos mais vulneráveis”.

As celebrações decorreram durante a manhã na Sé de Viseu.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo