Tema

“Teremos um problema grave no que diz respeito à subida do nível do mar”

ENTREVISTA A MIGUEL MIRANDA, PRESIDENTE DO IPMA

Inundações rápidas, ondas de calor, furacões, secas e outros fenómenos extremos vão passar a ser mais frequentes também em Portugal, na sequência do aquecimento global. Na radiografia traçada pelo presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, há áreas em que ainda é possível atuar e fazer abrandar a bola de neve. Noutras, já não há nada a fazer. 

Este conteúdo requer uma subscrição
Subscreva uma assinatura ou faça Login.

Patrícia Duarte | edição impressa JB 07/10/2021


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo