Viseu

Viseu admite encerrar esplanadas para tentar travar a Covid-19

A Câmara Municipal de Viseu admitiu o fecho de esplanadas como uma das medidas a tomar nos próximos dias para travar o aumento de casos de Covid-19 no concelho.

“Nós fomos muito claros e dissemos olhos nos olhos [aos operadores económicos], se não tivermos a perceção concreta de que existe uma consequência deste nosso apelo, nós pomos em cima da mesa inclusivamente reduzir ou anular as licenças das esplanadas, porque o esforço tem de ser feito coletivamente”, adiantou aos jornalistas o vereador da Cultura do Turismo, Fernando Marques.

Numa altura, em que o concelho regista uma taxa de incidência de 544 casos por 100 mil habitantes e se encontra no nível de risco muito elevado, a autarquia apelou aos proprietários de bares e restaurantes para sensibilizarem clientes para a necessidade de minorar riscos de propagação da pandemia, pondo em cima da mesa várias medidas preventivas no sentido de travar o número elevado de infeções.

“Nós fizemos duas reuniões com os operadores económicos, uma em particular com o enfoque no centro histórico e outra com enfoque na zona de Jugueiros e outras áreas da cidade que também têm estabelecimentos designadamente de animação noturna”, explicou o vereador, lembrando que os encontros tiveram um só objetivo: “O que fizemos foi pedir para nos ajudarem a tentar minorar os riscos. As reuniões foram muito participadas, ficámos com a perceção de que eles próprios num processo de autorregulação iriam intervir pedagogicamente junto dos seus clientes”.

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo