Viseu

Viseu ainda de comércio aberto este fim-de-semana. Novas regras do estado de emergência aplicam-se só a partir de segunda-feira

É só a partir das zero horas da próxima segunda-feira, 16 de novembro, que entra em vigor o novo estado de emergência com regras mais apertadas para enfrentar o avanço da pandemia de covid-19 em Portugal. Os novos concelhos que entraram na lista de elevado risco como foi o caso do concelho de Viseu, ainda podem ter o comércio aberto nos horários normais este fim-de semana, aplicando-se a medida de confinamento a partir das 13 horas aos sábados e domingo só no próximo fim-de-semana, dias 21 e 22 de novembro.

O esclarecimento foi dado esta manhã de sexta-feira, pelo presidente da Câmara de Viseu. Uma deliberação que Almeida Henriques não concorda, pois, entende que, face ao aumento de casos de contaminação por Covid – 19 nos últimos dias, o ideal seria tomar uma posição de imediato.

O concelho de Viseu e mais os concelhos de São Pedro do Sul, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão, Nelas, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Castro Daire e Fornos de Algodres, que fazem parte da Diocese de Viseu (área coberta pelo Jornal da Beira) vão entrar na lista dos concelhos de elevado risco a partir de segunda-feira e assim com regras mais apertadas. Tondela saiu agora da lista vermelha, dado que diminuiu o número de infetados no concelho, nas duas últimas semanas. Também Vouzela, Aguiar da beira e Carregal do Sal ficam de fora.

O autarca de Viseu aconselhou o cancelamento de qualquer tipo de ação que estivesse programada já este fim-de-semana e solicitou à GNR, à PSP e à Polícia Municipal um “acréscimo” de fiscalização no sentido de levar as pessoas a recolherem-se. Estamos a reforçar os meios no terreno para as pessoas se prepararem para o que vai começar a partir de segunda-feira”.

No concelho de Viseu, a autarquia decidiu que o mercado Municipal (praça) vai manter-se aberta. Também a feira semanal das terças-feiras se vai manter com todas as regras de segurança já impostas há algum tempo.

Almeida Henriques disse ainda que a programação que está a ser trabalhada para o Natal no concelho de Viseu vai para já manter-se.

Emília Amaral

 

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo