Viseu

Viseu: Cuca Roseta em destaque esta terça-feira numas Cavalhadas de Vildemoinhos diferentes

Este ano, o cortejo das Cavalhadas de Vildemoinhos, em Viseu, será transmitido em direto para as redes sociais, na quarta-feira, 24 de junho. O evento secular comemorativo do Dia de São João foi cancelado devido à pandemia de Covid- 19. Em alternativa, a cantora Cuca Roseta realiza esta terça-feira, 23 de junho, o espetáculo ‘Portugal à Janela’, pelas ruas de Viseu e de Vildemoinhos. Em cima de um camião, a cantora promete fazer jus ao tradicional cortejo das cavalhadas e à grande festa do santo popular, numa das aldeias mais típicas do concelho de Viseu.

Por causa da pandemia, tivemos de nos reinventar cumprindo a tradição, passando o Cumprimento da Promessa a ser a nossa prioridade”, acrescentou o presidente da direção, Acácio Braguez, em declarações por escrito ao Jornal da Beira. O evento será transmitido através das redes sociais das Cavalhadas de Vildemoinhos e do sitecavalhadasdevildemoinhos.pt.

O cortejo inicia-se às 9h do dia 24 de junho, rumo à Capela de S. João da Carreira, para se cumprir a promessa.  As Cavalhadas contarão com a participação dos alferes, mordomos e moleiro e de um painel de comentadores que farão relatos do cortejo. Segundo Acácio Braguez a tradicional venda de manjericos não se vai realizar este ano: “quando tomámos a decisão de cancelar o cortejo, também cancelámos a encomenda dos manjericos”.

O presidente da direção das Cavalhadas de Vildemoinhos revelou que do evento sairá um documentário que será levado às 7 Maravilhas da Cultura Popular, onde as Cavalhadas de Vildemoinhos são finalistas regionais.

Já esta terça-feira, 23 de junho, como não é permitida a tradicional noite de São João, a cantora Cuca Roseta irá realizar o espetáculo “Portugal à Janela”, pelas ruas de Viseu, das 19h às 20h, e pelas ruas de Vildemoinhos, das 21h30 às 23h.

O presidente da direção das Cavalhadas de Vildemoinhos afirmou que já estão a pensar na edição do próximo ano e que já têm muitas ideias, no entanto “ficarão em segredo até lá”. “Podemos assegurar que queremos em 2021 fazer as Maiores e Melhores Cavalhadas de Vildemoinhos de sempre”, assegura o presidente.

As Cavalhadas de Vildemoinhos surgiram há 368 anos e segundo a tradição promete-se a São João ir todos os anos à Capela de S. João da Carreira dar três voltas como forma de agradecimento da intervenção divina.  A promessa começou em 1652 quando os populares de Vildemoinhos venceram uma disputa de água do rio Pavia.

Beatriz Almeida  |  com apoio da redação

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Back to top button