Região

Vouzela: Dois dias de luto municipal pela morte da ex-autarca Maria do Carmo Bica

A antiga vereadora da Câmara de Vouzela e conhecida ativista de várias causas, Maria do Carmo Bica, morreu na passada segunda-feira, 17 de agosto, aos 57 anos, vítima de doença oncológica.

Técnica superior no Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento e Pescas, foi deputada na Assembleia Municipal de Vouzela, vereadora na autarquia daquele concelho eleita pelo Partido Socialista, tendo ainda a nível político exercido várias funções no Bloco de Esquerda entre as quais candidata à presidência da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul. Sempre muito ligada ao setor agrícola e florestal, Maria do Carmo Bica esteve na fundação da Associação de Desenvolvimento Rural de Lafões (ADRL). No setor editorial, era uma das proprietárias do Jornal Regional Gazeta da Beira, sediado em S. Pedro do Sul.

A Câmara Municipal de Vouzela decretou dois dias de luto municipal (18 e 19 de agosto), pela morte de Maria do Carmo Bica “prestando o seu reconhecimento e agradecimento pelo trabalho realizado”, revelou a autarquia em comunicado.

“Maria do Carmo Bica foi uma cidadã empreendedora e participativa, tendo desenvolvido uma atividade intensa, nomeadamente nas esferas pública e cívica, exercendo as suas funções de forma dedicada, empenhada e profissional”, acrescenta a nota à imprensa.

O presidente da Câmara de Vouzela, escreveu na sua página do Facebook: “Há perdas irreparáveis, faleceu a amiga Carmo Bica, mulher de causas: dedicação à sua terra, à sua região, impulsionadora do desenvolvimento rural e das iniciativas locais, exemplo de humanismo: auxílio sem regatear esforços, aos agricultores e apoio aos seus concidadãos”.

O funeral de Maria do Carmo Bica decorre esta quarta-feira, em Paços de Vilharigues, terra natal da ex-autarca.

Emília Amaral

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo