Região

São Pedro do Sul: Falta de médicos na Urgência Básica levou ao protesto dos utentes

Meia centena de utentes concentrados à porta do Serviço de Urgência Básica (SUB) de São Pedro do Sul, no passado sábado, 3 de fevereiro, representou os cerca de 50 mil utentes que integram o SUB, que desde maio do ano passado tem funcionado com intermitências por falta de médicos, registando-se o encerramento vários dias na semana.

Este conteúdo requer uma subscrição
Subscreva uma assinatura ou faça Login.

Emília Amaral | edição impressa JB 08/02/2024


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo