Sinais da Palavra

4º Domingo de Páscoa – Ano C

Por: Pe. Nuno Azevedo

Fazer parte de um povo, que se alimenta da palavra e do Cordeiro, Ele que “é o nosso alimento”.

Ser membro de um rebanho, seguindo o Cristo, “que está no meio do trono, será o seu pastor e os conduzirá às fontes da água viva”.

Unidos numa Igreja, que em Cristo tem o seu Pastor que diz: “as minhas ovelhas escutam a minha voz. Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-Me. Eu dou-lhes a vida eterna”.

Olhar para essa “multidão imensa, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas. Estavam de pé, diante do trono e na presença do Cordeiro, vestidos com túnicas brancas e de palmas na mão” e reconhecer esta Igreja de que somos membros, pelo batismo, “os que lavaram as túnicas e as branquearam no sangue do Cordeiro”, esta Igreja a caminho, mas de olhar fito nessa Igreja triunfante em Cristo, os que “estão diante do trono de Deus, servindo-O dia e noite no seu templo”, para essa imensa alegria que é esperança, que se aguarda, porque “Deus enxugará todas as lágrimas dos seus olhos”.

Mas sejamos já essa Igreja, cheia de alegria no Senhor ressuscitado, esses “discípulos” “cheios de alegria e do Espírito Santo”.


Mostrar mais

Artigos Relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo